A utilização do aplicativo Hand Talk como ferramenta de apoio aos professores de ciências na educação inclusiva

Josias P. Oliveira, Kemberly F. O. Lopes, Nereida M. França, Eduardo Ferro Santos, Marco Aurélio Alvarenga

Resumo


Este artigo apresenta um estudo bibliográfico exploratório e descritivo a respeito da utilização do aplicativo Hand Talk como ferramenta de Tecnologia da Informação e Comunicação facilitadora do ensino de ciências para alunos surdos. O objetivo é discorrer sobre a utilização das TIC como possíveis ferramentas de inclusão na sala de aula, visando a plena aprendizagem do aluno surdo. A partir do questionamento “Como a inserção da TIC Hand Talk no ensino de ciências pode contribuir para a aprendizagem deste?”. Realizamos um levantamento bibliográfico, analisamos e avaliamos estudos e pesquisas publicadas em anais, revistas, dissertações de mestrado e teses de doutorado que tratassem sobre o tema, e que apresentassem as possibilidades da utilização deste aplicativo como apoio para o professor de ciências e como ferramenta de comunicação entre o professor e o aluno. Os resultados apontam para a viabilidade deste recurso favorecer a aprendizagem do aluno com surdez, além de perceber-se com a presente pesquisa, a necessidade de se desenvolver mais pesquisas que tratem sobre o tema, dado as poucas publicações a respeito.


Texto completo:

PDF

Referências


AMADO, B. C. Aprendendo a ouvir aqueles que não ouvem: o desafio do professor de Ciências no trabalho com a linguagem científica com alunos surdos. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências). São Paulo: [s.n.].

APARECIDA, S. et al. A tecnologia da informação em colaboração na comunicação dos deficientes auditivos. FaSCi - Tech, v. v.1 n.10, p. 48–59, 2016.

BENITE, A. M. C.; BENITE, C. R. M.; VILELA-RIBEIRO, E. B. Educação Inclusiva, ensino de Ciências e linguagem científica: possíveis relações. Revista Educação Especial, v. 1, n. 1, 2014.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988.

_______. Declaração de Salamanca e Linha de Ação sobre Necessidades Educativas Especiais. Brasília: Coordenadoria Especial para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, 1994.

_______. TEXTO FINAL APROVADO PELA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO PROJETO DE LEI DO SENADO No 180, DE 2004, 2004.

_______. Decreto no 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Decreto que regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000., 2005.

_______. Lei No 13.146, De 6 De Julho De 2015. Diário da República, 1a série - no 116, p. 1–32, 2015.

COLLING, J. P.; BOSCARIOLI, C. Avaliação De Tecnologias De Tradução Português-Libras Visando O Uso No Ensino De Crianças Surdas. Revista Novas Tecnologias na Educação (RENOTE), v. 12, n. 2, 2014.

CORRÊA, Y.; PEDUZZI GOMES, R.; GADIS RIBEIRO, V. Aplicativos de Tradução Português-Libras na Educação Bilíngue de Surdos: tradução por meio de sinais ou datilologia? Renote, v. 16, n. 1, p. 1–10, 2019.

DANIELL, R.; JACAÚNA, P. A inclusão de uma aluna surda em aulas de química orgânica: uma proposta para o ensino de Química inclusivo. Areté, v. 11, p. 8, 2018.

DIAS, M. S.; CARLAN, F. D. E. A. Por que os alunos surdos não avançam no ensino de ciências? Revista Educar Mais, v. 1, p. 223–232, 2016.

OLIVEIRA, W. D. DE; BENITE, A. M. C. Aulas de ciências para surdos: estudos sobre a produção do discurso de intérpretes de LIBRAS e professores de ciências. Ciência & Educação (Bauru), v. 21, n. 2, p. 457–472, 2015.

PASCHUINI, E. A. A Infoinclusão de alunos surdos na educação de jovens e adultos utilizando o aplicativo Hand Talk em sala de aula. [s.l.] Universidade Federal do Paraná, 2015.

PEREIRA, INDIAMARIS; KRIGER, C. F. Z. Complementaridade e oportunidade: práticas docentes na educação de surdos mediadas pelas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). I Seminário Nacional de Formação Docente e Práticas de Ensino. Anais...Joaçaba -SC: 2018

RODRIGUES, M. a Utilização Do Aplicativo Hand Talk Para Surdos, Como Ferramenta De Melhora Da Acessibilidade Na Educação. Educação e Tecnologias: Experiências, Desafios e Perspectivas, p. 376–389, 2019.

SANTANA, RONALDO SANTOS; SOFIATO, C. G. Ensino de Ciências para estudantes surdos: possibilidades e desafios. Revista Internacional de Formação de Professores, v. 3, n. 1, p. 45–58, 2017.

SANTAROSA, L. M. C.; CONFORTO, D.; VIEIRA, M. C. Tecnologia e Acessibilidade Passos em direção à inclusão escolar e sociodigital. [s.l: s.n.].

SANTOS, K. E. OLIVEIRA; TABOSA, M. F. A inclusão digital do aluno com surdez a partir da utilização do Hand Talk: as TDIC como ferramentas de inclusão social. IV CONEDU - Congresso Nacional de Educação. Anais...João Pessoa - PB: Novembro de 2017, [s.d.]

SANTOS, R. G. Aplicativos d Libras, problema ou solução? Arte e Factum - Revista de Estudos em Linguagem e Tecnologia, v. ano IX v.1, p. 16, 2017.

SILVA, K. S. D. et al. Estratégias pedagógicas para o ensino de ciências em sala de aula inclusiva. II Seminário de Pós-Graduação para Ciências e Matemática. Anais...Jataí - GO: 2014.

UNIC RIO. Transformando Nosso Mundo: A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável Preâmbulo. Centro de Informação das Nações Unidas Rio de Janeiro, p. 49, 2015.

VARGAS, J. S.; GOBARA, S. T. I a s , p i a f : p v. Revista Brasileira, v. 20, n. 3, p. 449–460, 2014.

VIGOTSKY, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.