Desenvolvimento do Portal Online para ensino e aprendizagem de libras

Grace Kellen Gonçalves dos Santos, Deborah Rodrigues Moura, Marina Aparecida Rodrigues de Oliveira, Tatiana B. M. Palazzo

Resumo


Este artigo propõe o ensino da Língua Brasileira de Sinais através do uso de recursos tecnológicos, visto que a inclusão digital é um grande desafio em tempos de predominância da cultura digital na sociedade, é imprescindível o uso da tecnologia voltado para os mais diversificados tipos de usuários que existem, focando pessoas que não possuem deficiências e deficientes auditivos, que podem, e devem ser inclusos na atual era digital e usufruir dos recursos tecnológicos existentes para o auxilio na aprendizagem da Língua Brasileira de Sinais. 


Texto completo:

PDF

Referências


ALBRES, de Aquino Neiva. História da Língua Brasileira de Sinais. Disponível em:

.

Acesso em: 04 fev. 2017.

ANDRADE, Liz do Nascimento; FONTES, Patricia Oliveira. O ensino da segunda língua brasileira (Libras) na educação. Disponível em:

.

Acesso em: 15 abr. 2017

AZEREDO, Eduardo. Língua Brasileira de Sinais: Uma conquista histórica. Disponível em:

.

Acesso em: 15abr. 2017.

BEIGHLEY, Lynn ; MORISON, Michael. PHP Use a cabeça. [S.l.]: Alta Books, 2010. Ano59-67 p.

BRITO, Lucinda Ferreira. Por uma gramática de línguas de sinais. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro: UFRJ, Departamento de Linguística e Filologia, 1995.

DORZIAT, Ana. A inclusão de surdos na perspectiva dos estudos culturais, 2000, p. 2.

FELIPE, Tanya A. Libras em Contexto: Curso Básico: Livro do Estudante. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2005. 6ª Edição 188 p.: Il.

FERREIRA, Adir Luiz et al. O que é LIBRAS?: Fundamentos para a Educação Inclusiva de Surdos. Disponível em:

.

Acesso em: 16abr. 2017.

PERLIN, Glades. Pesquisas sobre surdez, 2011, p. 28.

SANTANA, Ana Paula; BERGAMO, Alexandre. CULTURA E IDENTIDADE SURDAS: ENCRUZILHADA DE LUTAS SOCIAIS E TEÓRICAS, p. 565, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.